Quais os tipos mais comuns de solo e a capacidade de carga?

Os tipos mais comuns de solo e a capacidade de carga de cada um deles é possível ver a partir da tabela de pressões admissíveis da Norma Brasileira NBR-6122 (NB-51) – Projeto e Execução de Fundações.

TIPO DE SOLO CARACTERIZAÇÃO   CAPACIDADE MÁXIMA (kgf/cm²)
a) Rocha viva, maciça sem laminações, fissuras ou sinal de decomposição, tais como gnais, granito, diabase, basalto 100
b) Rochas laminadas, com pequenas fissuras, estratificadas, tais como: xistos e ardósias 35
c) Depósitos compactos e contínuos de matacões e pedras de várias rochas 10
d) Solos Concrecionados 8
e) Pedregulhos compactos e misturas compactas de areia e pedregulho 5
f) Pedregulhos fofos e misturas de areia e pedregulho, areia grossa, compacta 3
g) Areia grossa fofa e areia fina compacta 2
h) Areia fina fofa, submersa 1
i) Argila Dura (terrenos altos, secos e de terra vermelha) 3
j) Areia Rija (terrenos altos e secos) 2
k) Argila Média (terrenos baixos, úmidos mas sem presença de água) 1
l) Argila Mole (terrenos baixos com forte presença de umidade) Necessita de estudos do solo local
m) Argila Muito Mole (terrenos baixos, alagados, próximo de córregos e lagoas) Necessita de estudos do solo local
n) Aterros Necessita de estudos do solo local

Capacidade máxima ou Pressão admissível é a maior pressão que o solo aguenta. Mais que isso ele rompe ou recalca – além do recalque admissível.

Em muitos tipos de edificações o que preocupa não é se o solo vai aguentar ou não o peso da casa e das coisas que vão ser colocadas dentro da casa pois os equipamentos que vão ser instalados são muito mais exigentes que isso.

É o caso, por exemplo, de indústrias gráficas, de indústrias que possuem linhas de montagem em que os equipamentos precisam estar bem alinhados não podendo ocorrem nenhum milímetro de recalque (afundamento) do solo.

Caso haja um recalque, mesmo que minúsculo, o equipamento poderá não funcionar adequadamente.

Por Roberto Watanabe

Comentários estão fechados.